Iniciar

Para iniciar esta Página, faça um clic na foto.
Navegue....e mergulhe, está num rio de águas límpidas!

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Polifonia de Lafões | O Povo Que Ainda Canta | RTP





COFRE CHEIO


Bateram forte na mulher! Era a tia Miquelina, no Mercado; o Zé das Iscas, no Talho, a Georgina, na Discoteca....e toda uma legião de syrizados e outros iluminados, a clamarem contra os "cofres cheios". Que, se estavam, porque vazios continuavam os seus bolsos?; que era hora de se abrir o cofre e espalhar os euros, como pétalas rosadas caídas do Céu!
Agora, já entenderam o significado dos "cofres" cheios, mesmo que tenham dado voltas e mais voltas à Infopédia, à Priberam, à Porto Editora e, até, ao livrinho de significados da Primária, amarelecido nalguma gaveta da vovó!
Entenderam que a expressão "cofre cheio", ESTA, é uma bóia a que nos agarraremos se o Mar dos Mercados ficar revolto e de maré alta, após a Odisseia triste dos Syrizados do Egeu!
Bem podiam ter ficado calados e espevitar os neurónios, que não servirão só para pensar no melhor naco da perna, onde vão ferrar a próxima dentada!

sábado, 27 de junho de 2015

A BALANÇA DA ALMA HUMANA


Lá vou eu dar aso a más interpretações, pela semântica ou pela lupa de quem me ler, mas arrisco, que, como se usa dizer, quem diz o que sente, não merece castigo! E, não tenho, em particular, nenhum alvo na mira!
Eu fui sempre contra as touradas, pelas sevícias de que os touros são vítimas; não gosto de ver ou saber de maus tratos, sejam de violência ou abandono, de cães, gatos e outros animais. Compreendo e aplaudo as associações, as iniciativas individuais e os manifestos contra o tratamento de que os animais são vítimas, com especial ênfase, nos conhecidos por domésticos. Detesto lutas de cães, de galos, infelizmente, em voga nalguns países e repugnava-me assistir a um espectáculo dessa natureza!
Lida a minha declaração de interesses, que é sincera, passo ao que também me deixa perplexo e triste.
É que, muitas vezes, às individualidades que mais se manifestam acirradas contra as práticas de que não comungo, e de que enchem páginas de jornais, Facebook, televisões, nunca se ouve uma palavra de comiseração pelos idosos que são maltratados em Lares e nas próprias casas de Família, que passam ao lado dos casos de crianças violentados no seio e fora da Família e, sobretudo, quando, muitas delas, mais do que respeitarem o Aborto enquanto prática apenas justificada em casos especiais, que todos conhecemos, fazem gáudio e pugnam pelo Aborto Livre, sem quaisquer barreiras.
Fico perplexo, quando, num só ser pensante, coabitam louváveis valores pela defesa dos Animais, e, no mínimo, indiferença pela vida de seres humanos, mesmo que a brotarem dos embriões!
E, acabo, alertando que este meu desabafo não é porta aberta para reavivar o tema do Aborto, que, esse, já teve, e voltará a ter no tempo certo, o debate que ainda está em aberto nesta nossa Sociedade de contrastes....e com pratos da balança da Alma a necessitarem de melhor equilíbrio!

segunda-feira, 22 de junho de 2015

KISSAMA, ANGOLA

O Parque Nacional de Kissama, Angola, 75 Km a Sul de Luanda, tem para além duma Pousada e vários bungalows, estende-se por uma área de 9600 Km2,

Imagens, captadas por telemóvel, em 21/6/2015.



Preparando o Almoço






No Parque Nacional








sábado, 20 de junho de 2015

ROSA SYRIZADA?



O PS não podia ter melhor "cartilha" AQUI Ainda "melhor" que o livrinho vermelho do Mao Tse Tung.
Isto, enquanto ilustres comentadores e outras mentes iluminadas ou syrizadas, entendem que a culpa não é da Grécia, nem dos sucessivos governos gregos, com o clímax neste último do aventureirismo radical.
Num país, em situação de falência, onde as Pensões médias são o dobro das que auferimos em Portugal, onde as Reformas foram a conta-gotas, para não desgostar os cidadãos e anular simpatias eleitoralistas, enquanto a Dívida aumentava e se continuava a estender a mão, como pode alguém estranhar tão nefasto desfecho?!
Ninguém quer ou deseja o mal dos gregos, muito menos que saiam do euro, mas, com um Governo que,  num dia negocia com os credores e no outro, pela boca dos mais altos dirigentes, apregoa cobras e lagartos de quem lhes emprestou dinheiro e ajuda e renega tudo o que disse à mesa das negociações, esperava-se o quê?!
Deixemo-nos de rodriguinhos e água benta da Madre Tereza! Em Política, o que parece é e o que está à vista, de quem quer ver, é que os gregos não se sacrificaram, como nós, portugueses, nos sacrificámos, para termos credibilidade junto dos Mercados e de outras Instituições Internacionais, dos que, afinal,  mal ou bem, são os donos do dinheiro!
É uma equação simples, não a compliquemos com filosofias que nem o helénico Sócrates conhecia ou defendia!

segunda-feira, 15 de junho de 2015

sexta-feira, 12 de junho de 2015

DEZ MILHÕES


Então não é que a anedota dos 10 milhões está a pegar de estaca?!
Vistas curtas, digo eu, que até tive sempre um problema com números e cálculos.
Muitos dos críticos, adoradores do Estado Paizinho e Patrão, de preferência com bojuda gamela, sentem-se disponíveis para financiar uma Empresa falida, pagar os mais de mil milhões de dívidas que ela comporta e injectarem mais umas centenas de milhões para que ela continue viável, ao mesmo tempo que clamam por melhor Saúde, melhor Educação, sustentabilidade das Pensões e outros serviços públicos, esses sim, que cabem a um Estado com preocupações sociais, assegurar!
Depois, os menos raivosos, fazendo apelo a alguma réstia de nacionalismo que lhes vai permanecendo na Alma ou lhes é intrínseco, choram pela bandeirinha verde-rubra e pelo símbolo Portugal no bojo e asas daqueles passarões que demandam e cruzam os nossos horizontes e que, por acaso, sem culpa deles, me martelam os ouvidos, desde o alvorecer até ao Morfeu!
Não se deram conta de que o sócio maioritário do Grupo comprador, têm âncora neste País, é nome já inscrito nos Transportes. E, ainda que o não fosse, quem lhes terá segredado que já haviam pintores de balde, rolo e pinceis, a picarem o ponto, ali para os lados de Camarate?!
Por mim, estou de pestana aberta, não me dispunha, de bom grado, a continuar sustentando, com ainda mais sacrifícios do que aqueles a que, como todos, fui sujeito pelo castigo imposto a este Povo pelos irresponsáveis que engrossam a coluna dos delatores da venda da maioria da TAP!
O Estado não sabe gerir e, pior do que isso, as clientelas bem remuneradas criam vícios dificilmente expurgáveis. E que, não deixo de o notar, só não vê quem não quer, tem interesse na coisa, ou sacode os ombros!
Foi a TAP, muita tralha pública despesista, onde injectamos gotas do nosso suor, devia tomar o mesmo caminho. Sem complexos e saudosismos desses poços sem fundo!
Dez milhões de portugueses sairão beneficiados!
Quanto à TAP, que saia do atol onde a mergulharam e voe sempre, mais e melhor. Com a nossa bandeira!

quarta-feira, 10 de junho de 2015

10 DE JUNHO



 Esta imagem tem mais simbolismo que a singeleza da foto que a sustenta.
 É do Canadá. Podia ser de qualquer um dos cantos do Mundo por onde labutam portugueses e a quem este 10 de Junho também é dedicado. Que a Pátria, somos todos nós, portugueses, é Língua que nos une, são as nossas crenças e os nossos valores. De que nunca nos devemos envergonhar e, muito menos, renegar! Deixemos isso para os "apátridas"!
Sem nacionalismos exarcebados, mas com o amor de sempre a esta Pátria que é nossa: VIVA PORTUGAL, CAMÕES e as COMUNIDADES PORTUGUESAS!

terça-feira, 9 de junho de 2015

SENTIDO PROIBIDO?!

Com suporte elevado, ela é agitada pelas gradas figuras do partido, por outros membros do topo da pirâmide socialista e, pasme-se, até por jornalistas, comentadores e outros opinadores "aconstançados". 
Sentido proibido,  lembrar que o cálice amargo de que bebemos nos últimos quatro anos, nem sempre bem servido, se ficou a dever ao abismo financeiro em que os governos socialistas de seis anos nos lançaram, com os pés a resvalarem para o atol da bancarrota!
Sentido proibido, esgrimirem-se estes e outros comportamentos despesistas e irresponsáveis e negociatas de duvidosa transparência.
Sentido proibido trazer-se Sócrates, - que parece ter gostado da arrecadação alentejana -, nem as investigações que andam por aí, para a peleja política.
Como, se fosse possível apagar as nódoas que conspurcaram toda a nossa Sociedade, com baldes de oportuna lixívia! Como, se por artes da Criação, Portugal acabasse de sair do berçário e iniciasse os primeiros passos e lhe estivesse a despontar o primeiro dente!
O combate político, partidário, não tem primado pelos ditames da Ética. Acredito mesmo que nenhuma força política possa levantar esses louros. Tudo isso não escapa à atenção dos minimamente atentos, o que não colhe é esta placa de sentido proibido, quando um Povo procura saber dos venenos que o obrigaram a beber e o deixou depauperado, exaurido, ao ponto de necessitar de cuidados intensivos de médicos internacionais. A quem vamos pagar a cura, por longos anos!
Tanto mais que, a crer no que se vai lendo, o PS ignora seguristas e mantem, nas principais peças da máquina, os homens de Sócrates que, com ele, nos deixaram, em 2011, como esfarrapados pedintes da Europa.
E que, por força do voto, poderão voltar à ribalta e ao exercício onde já terão chumbado, por incompetência e irresponsabilidade, deixando-nos a correr o risco de voltarmos a descer ao Inferno, quando já conseguimos subir até ao Purgatório!
Sintomático, para além do corrupio socialista na cidade de Diana e do fervor das juras de amor eterno de grupos de excursionistas rosas, foi o daquele enorme poster colocado à entrada de Lamego, de apoio a Sócrates, provavelmente, para Presidente da República ver!
Tudo isto, por mais que me digam que não, e me agitem o sentido proibido, ninguém me convence de que o que teremos, ao votarmos PS, é votar Sócrates. E a isso, sim, eu levanto o meu SENTIDO PROIBIDO

domingo, 7 de junho de 2015

MEMÓRIAS DA HISTÓRIA

... Que Gentes que não renegam o Passado, recriam e celebram, em Cambra, Vouzela! ...

quinta-feira, 4 de junho de 2015

JESUS ABALOU...

... da sua vida, só ele saberá.
Nada de rancores, que o único lugar cativo que todos temos, treinadores, também, é um lugar no espaço etério.
  O Benfica vai continuar a ser Benfica, com ou sem Jorge Jesus! Que, numa orquestra bem estruturada, apoiada e afinada, qualquer mediano Maestro brilha!
  Fale bem ou mal Português, que a bola não é "Os Lusíadas!"....

 Com humor, na desportiva, esperando que os sportinguistas, a partir de agora,  passem a elogiar-lhe os dotes de oratória.....


quarta-feira, 3 de junho de 2015

POR TERRAS DE LAFÕES...

... por onde viajou um "telélé" curioso e deliciado, em Maio de 2015!


















Nota do autor:  Autorizada a cópia e uso destas imagens, desde que seja feita referência à origem (Vouguinha2.blogspot.com)




LADAINHAS E LENGALENGAS


Estas noticias, AQUI e AQUI que alguma CS "ousa" publicar e outra se esforça por esbater, não são agradáveis para todos. A crer no que se vai ouvindo e lendo, provocam mesmo uma desenfreada corrida aos antiácidos, tal a azia que é notório provocarem!
A trabalheira que dão aos pica balões para engendrarem mil e uma razões para a baixa acentuada que se vai vendo pelo gráfico. Que é da emigração, que é dos estágios, que é, até, do período sazonal, que Verão é quando os do costume quiserem!

Estamos longe, mas, como diria um político veterano, versado na oratória, o caminho faz-se caminhando..... tanto mais que  o fado das carpideiras das greves e do choradinho da desgraça, ancorado no negativismo syrizado, já está comprovado, não têm ajudado em nada!
Já cansa ler e ouvir as reacções de gente que se diz responsável e preocupada com o devir deste País, sempre que há um sinal positivo que, mesmo que nos não conforte de todo, é um passo na fuga do atoleiro em que nos meteram. Bem podiam, enquanto portugueses, anteceder os tais arrotos de azia mal disfarçada com uma palavra de satisfação pelo sinal positivo, por mais ínfimo que ele seja. Não o fazem e, não podendo sonegar os números, partem para a crítica feroz. Que o seu único horizonte é o poder pelo poder e estes resultados objectivos, não lhes interessam, por inconvenientes para os seus desígnios imediatos.
Demasiado previsíveis!
 Já cansa, ouvir-lhes sempre a mesma sonsa ladainha, a mesma estafada lengalenga!

AFINFEM-LHE!


terça-feira, 2 de junho de 2015

ALDEIA DA PENA

 Encravada na Serra de S. Macário, no Concelho de São Pedro do Sul, uma aldeia cuja originalidade das suas construções antigas e da paisagem envolvente, convidam a uma visita, ora que o tempo vai aquecendo e conhecer Portugal é preciso!
Imagens de Maio de 2015.