Iniciar

Para iniciar esta Página, faça um clic na foto.
Navegue....e mergulhe, está num rio de águas límpidas!

quinta-feira, 31 de março de 2016

MÁGICO SEM NÚMEROS

Surpresa?
Nenhuma!





quinta-feira, 24 de março de 2016

OLHANDO O CÉU DA BÉLGICA

Olhando o Céu da Bélgica, em especial, e todo o espaço etéreo, lá no Alto, onde repousam familiares e amigos que nos precederam na caminhada final desta vida terrena.
O silêncio e a prece do Vouguinha, nos acordes da guitarra do Mauro Samuel, nesta Páscoa, de Sacrifício e Ressurreição da Luz que os ilumina!

domingo, 20 de março de 2016

EX-COMBATENTES DE VOUZELA


O "Notícias de Vouzela", dá-nos conta do propósito da Edilidade em implantar um Monumento aos Combatentes do Concelho de Vouzela, naquela Vila.
Estranhamos, de há muito, que, à distância de algumas décadas do termo da denominada Guerra do Ultramar ou Colonial, consoante as perspectivas, num Concelho que viu partir tantos jovens para o cumprimento do dever militar, em nome da Pátria,  fosse qual fosse a justeza daquela Guerra, donde, muitos regressaram física e psiquicamente diminuídos, para lá dos que sacrificaram a própria vida, Vouzela, por iniciativa dos seus representantes autárquicos, não lançasse mão desse projecto.
Conhecendo o Vouguinha, a maioria dos  concelhos do País, foi constatando que esse marco físico daquele período da nossa História, que se não pode apagar da Memória, até pelo respeito pelo sangue, pelo suor e pelas lágrimas dos filhos da terra, lá está, na maioria, implantado, de há muito.
Ainda assim, passe a incompreensão pelo atraso, saudamos a intenção da Autarquia de Vouzela, esperando que a passe ao terreno, antes que mais décadas sejam passadas e que os combatentes que pretendem homenagear, sintam, eles e as Famílias que os viram partir e deles se privaram,  a expressão do respeito de que são credores, antes que todos passem para o espaço etéreo!
Honra aos que partiram!

quarta-feira, 16 de março de 2016

ATÉ SEMPRE, NICO!

OBRIGADO pelos momentos divertidos que nos proporcionaste na tua carreira de artista multifacetado.
Os "Grandes" nunca morrem!
Repousa em Paz!

terça-feira, 15 de março de 2016

MINISTERIÁVEIS


Que, o Brasil "é já ali".......



Pobre do Zé do Telhado
Que se foi sem cá ver disto
Se vivesse mais um bocado
Ainda era Ministro!




domingo, 13 de março de 2016

BELÉM EM ESTADO DE GRAÇA

  Que ninguém pense que o Governo e a geringonça, no seu todo, estão satisfeitos com a popularidade que o novo PR parece pretender conquistar. E que estará a conseguir.
 A esse pessoal, interessa mais um Presidente fraco, desautorizado junto do Povo, para darem aso às suas traquinices políticas, sem o travão ou obstáculo da Instituição Presidência da República!
 Não tardaremos a vê-los e ouvi-los, aos do costume, adjuvados por uma certa ala jornalística minada, a recorrerem a todos os expedientes, fabrico de casos, recurso á mentira repetida, que até já terá dado o tiro de partida com a recusa do aplauso, logo na posse!
  Até lá, Belém estará em estado de graça!
Vouguinha.


Quanto ao mais, interessa ler esta OPINIÃO

quinta-feira, 10 de março de 2016

DAS TORMENTAS À ESPERANÇA


Ontem o novo PR, nos Jerónimos, homenageou Camões e Vasco da Gama, duas figuras maiores da nossa História, de há séculos.
Lembrei-me, também, de Bartolomeu Dias, o navegador que, em 1488, dobrou o Cabo, que foi das Tormentas e, depois, da Esperança, e cuja memória é respeitada pelos sul africanos, que, em Cape Town (a cidade do Cabo), lhe erigiram esta estátua, na foto recente.
Que o novo Presidente da República tenha ânimo e coragem, para que, apesar dos seus limitados poderes, fazer do actual Portugal das Tormentas um Portugal de Esperança.
Que eu, não morrendo de amores por esta ou outra República, levanto-me e bato-lhe palmas, porque, não sendo republicano convicto, sou, desde sempre, um democrata!
O sinal que, em pleno Parlamento, deveriam ter dado, até por singular gesto de respeito, pelo mais alto Magistrado da Nação e pelos portugueses que o elegeram pelo voto, os grupelhos que, com atitude tão radical, mais contribuíram para o meu convencimento de que só se sentam nos areópagos da nossa Democracia, para melhor a poderem minar por dentro.

terça-feira, 8 de março de 2016

segunda-feira, 7 de março de 2016

ESTAÇÃO DE MOÇÃMEDES


Foto. Junta de Freguesia de S. Miguel do Mato


Na minha aldeia de origem, a antiga Estação do Vouguinha fumegante, que, há muitos anos,  jaz morta e arrefece, é, agora, a sede da Junta de Freguesia. de São Miguel do Mato.
A crer na imagem, com bom aproveitamento do espaço!.

sexta-feira, 4 de março de 2016

TACHOS E BOOMERANG

Não me agradou ESTE "salta-salta" tão rápido, pior ainda a ser verdade que no âmbito do seu cargo estatal, haja, em nome do Estado, negociado com a empresa que ora a contrata.. Tanto mais que a ex-Ministra estava ocupada com o cargo de deputada e não desempregada ou a fazer tricot, sem necessidade aparente desta "mais valia". E, mesmo que não tenha tido qualquer fio de ligação àquela empresa, vem-nos sempre à mente a mulher de César...
Não me agrada o passo de Maria Luís Albuquerque, nem me agrada a falta de espelho de quem, na esfera socialista, um outro César, ESTE que não o romano, a venha criticar, pelos motivos que todos conhecemos do Passado não muito distante.
Há políticos que não conhecem a dinâmica do boomerang! E deviam conhecer, havendo recato e memória!

CONSULTÓRIO DE FIM DE SEMANA

Eis um tratamento moçambicano, que dizem milagroso, para o tratamento das enxaquecas.
Especialmente, recomendado para surumados, sirizados radicias e outras mentes alienadas.....
A brincar...a brincar....mas, quem sabe se resulta?!


quinta-feira, 3 de março de 2016

DEMOCRACIA DESCAMISADA

 Triste figura a deste protótipo duma ala esquerdista dos representantes que elegemos para as Assembleias.
 Que assim continuará até que haja coragem e bom senso para alterar a Lei Eleitoral, de forma a que os representantes que elegemos para nos representarem nas bancadas do poder, não sejam figuras que nunca vimos, nem conhecemos, e que, no entanto, falam por nós, decidem por nós e nos moldam a vida, sem procuração, só porque cumprimos o dever cívico de colocar um papelinho nas urnas.
 A continuar tudo na mesma, a  Democracia, enquanto vontade de todo um Povo, esclarecido e conhecedor dos seus lídimos representante, e da sua postura e propósitos políticos, será o que lhe queiramos chamar, até descamisada!

quarta-feira, 2 de março de 2016